Friday, December 22, 2006


"Faça tudo por amor, nada por obrigação.
E se disserem que voce tem obrigação, diga que só o amor manda em voce, porque ele é um sentimento irresistível que sai do seu peito e vai conduzindo voce pelos rumos da vida.
O dia em que voce atende a este amor que fala no seu peito, é quando voce descobre a verdadeira paz. Então que não seja a paz uma palavra que eu digo, mas a semente que eu planto, a flor que cultivo. Amar ao próximo é simplesmente ter a capacidade de olhar um pouco além de si mesmo."
Feliz Natal e ótimo 2007!!!

Wednesday, December 20, 2006

"Vitoria eis o significado para mim!!!
Não desfrute somente do sol, aprecie a lua.
Não desfrute somente a calmaria, aproveite a tempestade.
Tudo isso enriquece a existencia.
A vida não acontece somente dentro da casa, ela tem de ser experimentada dentro do universo.
A felicidade é um jeito de viver, é uma conduta, é uma maneira de estar agradecido ao sol, a lua, a quem lhe estende a mão e também a quem o abandona; pois certamente nesse abandono esta a possibilidade de voce descobrir a força que existe em seu interior.
Vitoria a possibilidade de voce evoluir o máximo como ser humano."
Osss..

Monday, November 20, 2006

Realmente o inicio de tudo.
Primeiro Gashuku Nacional e Internacional(Kokushikan) sp 1980
ministrado pelos professores:
Sassaki sensei
Tanaka sensei
Machida sensei
Denilson Caribe sensei
Yamamoto sensei
professoreas convidados
Ito sensei e Morio sensei
Lembu-Kan a primeira a realizar um gashukukarate tradicional

Desafio verão vivo tv bandeirantes 1998.
Tradicional foto antes da pesagem.
Robson x Andre
Desafio verão vivo tv bandeirantes(guaruja)1998.
Quando os desafios ainda era de kimono.
Robson x Andre

Thursday, November 02, 2006


treino na The Japan Karate Associatio(JKA) Tokyo -Japao
Abe Sensei sem duvida uma lenda do karate Japones
da esquerda Robert,Mchel, Kwahiro, Andre,Abe Sensei, Robson e Yuki

Grande Mestre de jiu jitsu professor Flavio Behring
com seus atletas Robson Maciel e Joao Koraca
sem duvida uma lenda do jiu jitsu...

treino de vale tudo equipe Macaco Gold Team
dedicaçao e esforço essas sao as prioridades desse treino
primeiro curso de MMA na Formula Academia
Os campeonissimos da esquerda
professor Murilo Santana (jiu jitsu)
professor Luciano basili (kick boxing)
professor Robson Maciel ( karate e greco romana)
verdadeira integraçao das artes marciais, um exemplo a ser seguido.

Saturday, October 21, 2006


o campeoníssimo Renato Babalu
Grande destaque na luta olímpica(wrestling) e no vale tudo internacional...
Copa Internaciona de wrestling 2004
O mergulho no vale tudo também é possível, mas você tem que estar com as luvas próprias para vale tudo, porque se voce errar voce atacará as pernas.
Robson x Vitor
octogno godoi macaco

É importante que no vale tudo sua guarda esteja bem fechada pois o espaço do octogno é pequeno, diferente do ringue...
Robson Maciel x Vitor Belfort
treino de vale tudo na antiga Godoi Macaco

Sunday, October 08, 2006

"Qual o verdadeiro caminho do karate em sua filosofia? Eu sempre aprendi que um karateca deve pedir 1000 obstáculos para vencer; ai eu pensei como fazer isso? Para mim o único jeito foi vencer desafios. Na época dos samurais uma escola desafiava a outra, isso era comum. Mas na nossa atual sociedade isso é considerado grosseria. Para não seguir este caminho, procurei desafiar a mim mesmo, pode ter certeza, é mais difícil você vencer a si próprio do que vencer seu adversário. Quando você está lutando outra arte os caminhos são desconhecidos e você precisa vencer a falta de experiência e dominar seu controle emocional. Pense bem qual professor tiraria sua faixa preta, colocaria uma branca e falaria OSSS...para os novos ensinamentos? E colocaria seu nome de campeão em cheque, mas na essência da filosofia do karate você tem que ser humilde para evoluir. Para mim isso foi um ensinamento que eu adquiri no karate, não basta ser campeão da sua arte, voce precisa mostrar para as outras artes a força do karate, a diciplina, o respeito, os treinos diários, a persistencia e acima de tudo respeitar seus adversários, ser cavalheiro. Essas são qualidades que você adquiri no treino do karate. Nós vivemos mudando nosso interior, e aprendendo novos caminhos mas essas qualidades que é preciso desenvolver para qualquer área seja ela na arte marcial, na familia, na vida e na sociedade sem prejudicar os outros.
Paciencia - esta é uma qualidade do ser humano."
KWAI-KOO-TSU
treinamento de vale tudo antiga Godoi Macaco 1998.
Vitor Belfort estava se preparando para lutar no Pride.
Robson x Vitor dentro do Octogno da Godoi Macaco.
Na medida em que descobrimos e desenvolvemos nossos pontos fortes, eles se impõem as nossas fraquezas.
Quebrando a rotina: Robson Maciel executando um Yoko-tobe-gueri
Nada é impossível para uma mente disposta(Dinastia Han).
2ºtorneio Campeões dos Campeões nacional e internacional.
Campeão Robson Maciel(The Best Eight)
Vice-Campeão Johanes Freiberg.
3ºcolocado Enio Vezzuli.

Thursday, October 05, 2006

1ºtorneio dos campeões dos campeões nacional e internacional/1982
1ºcolocado Johanes Freiberg.
2ºcolocado Antonio Fernando Pint.
3ºcolocado Robson Maciel
The Best Eight(oito melhores da competição).
Campeonato Sul Americano 1981 Argentina.
"Ao meu amigo e irmão Ronaldo Carlos, o que dizer desse fabuloso karateca!!!
foi na terra um bom coração, humilde e forte de espírito. Ronaldo amigo e irmão meus sinceros agradecimentos por tudo que voce fez para minha carreira sei que de algun lugar voce vai ver essa foto."
Vice-campeão kumite equipe.
Vice-campeão kata equipe.
OSSS...

Campeonato Brasileiro Rio de Janeiro (rj) 1973.
Sasaki Sensei, Robson e Morio Sensei.
3º colocado com apenas 17 anos.

Tuesday, October 03, 2006

Entrevista com Robson maciel, exclusiva para o pessoal do www.karateca.net.
Olá Robson, Eu gostaria de fazer uma entrevista e postar no fórum karateca.net. Muitos professores novos já escutaram falar mas não tem a mínima ideia o que era treinar karate naquela época, por isso gostaria de fazer algumas perguntas para conhecimento do pessoal do fórum.
Robson – Será um prazer e obrigado pela oportunidade e desde de já coloco-me a disposição, através do meu Blog para contato. Ok.
Vamos às perguntas.
1)Como foi seu inicio no karate ? (o que levou a treinar – escolha de um estilo no caso o shotokan – vc sabia diferenciar um estilo do outro ou poderia ter sido qualquer outra linha de karate) - o que o levou a treinar com Sasaki )
Robson – Comecei a treinar aos 11 anos de idade, pois brigava muito na escola. Descobri o Shotokan por acaso, assim como o Sensei Sasaki.
2)Como era treinar naquela época, os treinos eram realmente duros e fortes ?
Robson - Foi muito duro, porque não havia categoria de peso e eu só tinha 55 kg. Naquela época a faixa maior era a roxa e nos campeonatos quando seu oponente caia no chão valia chutar a cara. Depois foi mudando tudo isso com a massificação do karate.
3) O que era exigido de vcs como alunos ?
Robson – Era sempre cobrada a sua presença nos treinos, paciência, dignidade para com seus adversários e muito respeito para com seu mestre.
4) Como aconteceu sua entrada em competições ? (em que ano)
Robson – Minha primeira competição foi aos 16 anos em campeonato paulista na época do pugilismo, onde era a Federação de karate fui vice-campeão e não havia categoria por peso e logo após fui 3º ( terceiro colocado) no campeonato Brasileiro no Rio de Janeiro. As datas 1972 (Paulista) e 1973 (Brasileiro).
5) Os campeonatos que vc participou não tinha divisão por peso. Como fazia para superar os adversários maiores ?
Robson – Por não ter divisão por peso tive que compensar de outra forma, no caso tinha que ser mais rápido que meus adversários e desenvolvi minha própria estratégia.
6) O que acha da divisão por peso ? Ficou mais justo a competição ou muda o conceito que o menor pode ganhar de um adversário maior ?
Robson – Nós temos que acompanhar os tempos e a divisão de peso e mais justa. O menor poderá sempre ganhar do grande, mas no conceito de luta real. Já nas competições trocar golpes com o mais forte não é uma boa estratégia. Lutar com o maior no shobu-ipon tendo habilidade às vezes você poderá ganhar.
7) Karate é Budo ou esporte ou pode ser um misto dos dois. Qual a sua opinião ?
Robson – Pode ser os dois, só que o karate Budo vem em primeiro lugar, para você aprender a amar o karate e a competição para avaliar seus conhecimentos técnicos. O Budo e para você aperfeiçoar sua vida.
8) Quais foram seus maiores adversários no tatame ? Poderia falar sobre eles ?
Robson – Nunca pensei nisso. Eu era apenas um garoto e eles mais maduros, as vezes mais fortes, mais experientes. E fato eu realmente me destaquei numa época de grandes nomes do karate como: Ricardo D´elia, Enio Vezzuli, Ugo Arrigone, Ronaldo Carlos, Djalma Caribe entre outros. A luta mais difícil foi contra o campeoníssimo Djalma Caribe no torneio dos grandes karatecas do Brasil em Petrópolis (RJ); Ari – Karateca.net – Você pode comentar a respeito dessa luta ? Robson – Posso. Num determinado momento eu acertei um golpe no Djalma e foi parada a minha luta e seu irmão Denilson Caribe perguntou ao Djalma se o golpe tinha entrando e o Djalma com sua lealdade a esse esporte respondeu afirmativamente e assim consegui ganhar a luta como também fui para seleção brasileira pois o Djalma era o atual vice-campeão panamericano.
9) Nos anos 70 tivemos a equipe da Butotukai (Okuda) com o Enio, D´elia, Gomes, Carlão e depois com a separação dessa equipe tivemos como sucessora a equipe da Lembukan encabeçada por vc, Johanes e o Rui. Poderia comentar sobre essas duas equipes ?
Robson – Foram épocas diferentes, mas posso afirmar que tanto a Butokukai como a Lembukan que os seus integrantes fizeram o começo da história do karate no Brasil.
10) Já que falamos do Sensei Okuda, podemos afirmar que com a chegada dele ao Brasil o nosso karate ficou mais forte. Ele era realmente o mais forte dos professores ? O que o diferenciava dos outros mestres ?
Robson – Sensei Okuda foi o responsável pela formação dos professores da NKK no Brasil e treinávamos de manhã um treino duro, árduo e violento. Imagina, o Djalma veio da Bahia para morar na academia só para fazer esse curso (referindo-se ao treino da NKK que o Sensei Okuda trouxe para o Brasil).
11) O Sasaki treinou com ele também sua linha de trabalho era igual a do Sensei Okuda ?
Robson – O Sensei Sasaki treinou, aliás nos treinamos juntos. Para você ter uma ideia em Minas Gerais no campeonato brasileiro a equipe era: Ricardo, Sasaki, Enio, Gomes, Robson e o Okuyama.
12) Como vê o treinamento naquela época e hoje ? O aluno mudou ou foram os professores ? Robson – São épocas diferentes, objetivos diferentes. Só acho que o Budo foi esquecido, por causa das competições. Nos treinávamos para sermos campeão da vida e como consequência éramos campeão de karate.
13) Fale um pouco da sua experiência Internacional ?
Robson – Lutei em dois mundiais, Sulamericanos, Copas Mundiais e Panamericanos, amistosos Brasil x Alemanha, Brasil x Chile, e os torneios dos campeões nível nacional e internacional.
14) Quando ganhou o Pan-americano vc foi para Kokushinkan-JP treinar. Poderia falar da sua estadia lá e como foi seu treinamento, já que na volta literalmente falando atropelou todo mundo na sua frente ?
Robson – A kokushinkan era realmente fabulosa nos treinos na disciplina e na filosofia do karate. Eu treinava 7 horas por dia, naquela época os japoneses já faziam musculação e o treino era dividido; na parte da manhã corrida e musculação, eu tinha uma obrigação antes do último treino tinha que praticar o salto do kata unsu durante uma hora e depois mais 3 horas de karate. Por isso me dei bem no Panamericano.
15) Falam que os estrangeiros não são bem recebidos no Japão. E com vc, teve que sair na mão para provar que realmente tinha condições de estar lá e acompanhar o treinamento ?
Robson – Não é bem assim. Como aluno tinha que mostrar meu karate e honrar meu professor e como em qualquer outra profissão se você está na elite da elite tem que ser testado e provar que merece estar ali entre os melhores. Eu fui testado de todas as maneiras, mas acho que passei, porque quando do meu regresso para o Brasil ganhei a bandeira da Universidade Kokushinkan.
16) O comentário que corre e que quando o Yamamoto (Campeão mundial) esteve no Brasil vcs saíram na mão e o Sasaki teve que separar. O que de fato aconteceu ?
Robson - Foi no treino da manhã, nos fizemos um kumite normal, e o normal naquela época era sair na mão e num determinado momento eu cai por baixo e o Yamamoto também tinha conhecimento de chão e quando viu que em pé tava ruim me finalizou no chão. Tudo foi elas por elas e foi pena eu não ter o conhecimento do jj que eu tenho hoje naquela época, as coisas teriam sido diferentes.
17) Falando da sua formação, vc é formado em Educação Física pela OSEC (Santamarense). Vc acha importante um professor investir na sua formação ou em se tratando de karate basta apenas treinar ?
Robson – E importante estudar para conhecer melhor a anatomia do corpo e dentro da Educação Física existe muitos tipos de preparação física que ajuda o lutador em sua modalidade. Mas, e necessário ter uma boa formação também no karate porque são coisas diferentes e, em alguns anos você pode ser formar em Ed. Física, mais para ser um Sensei de karate precisa treinar muitos anos além de entender e conhecer sua filosofia.
18) Como equilibrar a formação e o crescimento interior do praticante como ser humano com seu desempenho como atleta ?
Robson – Uma questão de ensinamento do seu Mestre e também uma boa formação familiar, porque a educação começa em casa e a espiritual e aperfeiçoada nos treinos de karate (Budo).
19) Vc comentou que hoje está mais experiente e isso se deve ao treinamento da greco romana e jj . Fale a respeito ?
Robson – Como explico em meu Blooger, quis me aperfeiçoar em outras lutas, e lutar em outros campeonatos para testar meu equilíbrio emocional e realmente sentir a diferença das modalidades. No começo foi muito difícil, mas depois você vai aprendendo as manhas de cada luta. Lembrem-se sempre a distância de pé até chão e mais longa do que se imagina. Você sabe socar e chutar; arremessar e não ser arremessado; você sabe cair quando arremessado; sabe se defender no chão e não ser finalizado e por fim sabe finalizar. Tudo isso e aprendizado e precisa ter paciência e coragem e humildade para colocar uma faixa branca e começar de novo como eu fiz. Eu fiz tudo isso e por isso conquistei respeito em outras artes marciais também.
20) Como vê a participação dos irmãos Machida no Vale tudo ?
Robson – Para se ter uma ideia, antes dos irmãos Machida entrarem para o Vale Tudo o Robson Maciel, Otavio Almeida, Roberto Lage, Eder Jofre e Mauzzeler Paulinet já organizávamos esses eventos além de treinar. Nos lançamos o VT no Brasil. Por isso digo que poucos sabem como e difícil aprender três ou quatro modalidades de lutas na sua exência.
21) Como vê o quadro atual do karate com esse monte de organizações ? E seus dirigentes ? Robson - Como eu disse hoje são outros tempos, e uma questão onde você se encaixa melhor eu quis além de treinar o karate somar o jj e a greca romana e abri meus horizontes além de forma uma equipe de MMA e tenho o prazer de trabalhar de personal dessas lutas.
22)Valeu a pena o sacrifício e o esforço por todo o suor derramado em prol do karate ? Se sentiu traído pelos que dirigem o karate ?
Robson – Valeu a pena e não foi nenhum sacrifício, pelo contrário foi até prazeroso, porque eu amo o karate e amo lutar e ensinar aqueles que querem trilhar nosso caminho. Nunca me senti traído, pelo contrário sempre tive amigos só que seguimos caminhos diferentes.
23) Poderia mandar uma mensagem pro pessoal do fórum karateca.net. (Também participam o Roberto Santana, o Pedro Campana o Carlão sempre entra mais não posta nada e também o Márcio que já treinou com vc). Ari – Karateca.net – Referindo-se aos professores citados acima e ao Márcio.
Robson – Só posso dar os parabéns para esses professores que muito tem feito pelo karate no Brasil e poucos sabem disso. Tenho uma grande admiração por eles carregarem a bandeira do karate não importa as dificuldades. Quanto ao Márcio é um grande amigo e será sempre meu aluno. E espero pode mostrar meu trabalho das lutas ligado ao karate.
Ari – karateca.net : É para o pessoal do fórum tem alguma mensagem ?
Robson - O futuro do karate vai depender de cada professor, da formação de bons faixas pretas, e não de comerciantes do karate. Uma coisa está ligada na outra, karate competição estimula o aluno a prosseguir assim como a graduação de faixa. Mas não podemos esquecer( BUSHIDO) o caminho do guerreiro e dentro desse caminho educar nossos alunos e evoluir com eles o máximo como ser humano. Também aliar esses conhecimentos a eficiência, porque o karate está ai até hoje não só por causa da filosofia mas também pele sua eficiência e a facilidade de adptar o ser humano a qualquer situação. Quando digo situação eu falo da luta da vida que é trabalhar, estudar, conviver bem com sua família, e viver na sociedade sem prejudicar outros. Tenho certeza que o futuro é promissor, nem todos querem competir, nem todos querem lutar ao ponto de se machucar. Karate esta acima de tudo isso. Mas uma coisa e certa todos nos procuramos um caminho em nossa vidas e com a educação correta do karate e possível somar a família e contribuir para sociedade. Agradeço ao Robson pelo bate bapo que tivemos e que resultou nessa exclusiva para o karateca.net, um forte braço e que continue sempre nesse “Do” como um verdadeiro Samurai. Bom pessoal e isso ai. Espero que tenham gostado.
O Robson me autorizou a puxar algumas fotos do seu Blog para colocar aqui no fóum, mas não consegui. Fica então o convite para quem quiser olhar as fotos, pode visitar o Blog (robsonmaciel.blogspot.com). Aguardem novas entrevistas............
Oss, Ari - Santos/SP

Wednesday, September 27, 2006



"Embora nao tendo reconhecimento, mesmo assim é de nossa obrigação abrir as portas e receber todos os alunos que queiram apreender karate e sua filosofia. Não basta ser campeão e nem treinar seu aluno para também ser campeão, o mais importante é colocar uma medalha dentro do coração de cada aluno pois esta será para sempre. Seu aluno verdadeiro não espera só uma medalha de voce e nem sempre um treino arduo mas sim também sua compreensão, sua paciecia e acima de tudo exemplo de carater e dignidade para com ele e seus semelhantes. Então um verdadeiro mestre nunca abandona seu aluno."

Sunday, September 24, 2006



campeonato Panamericano 1985(RJ).
Robson x Reno - Brasil x Bolivia.

Saturday, September 23, 2006


Campeonato duro, Paulista de karate/1979.
Hoje nao é permitido chutar as pernas mas na minha época podia e vejam o resultado. Só pra vcs terem uma idéia o que foi esse campeonato, tanto o campeão até o terceiro lugar estávamos juntos no hospital... fazer o que? ficamos lá rindo e batendo papo sobre as medalhas que eram muito pequenas para um campeonato tão duro. Pode ter certeza, era um karate de samurai!!! A todos que participaram daquela época, meus sinceros respeito, não era nada fácil. Ainda consegui ficar na terceira colocação, pois não pude lutar e tentar o primeiro lugar, naquela época vc tinha que ganhar até ter o direito de disputar o primeiro lugar!!!

campeonato Panamericano 1985(kumite-individual)
Robson x Ramirez(Brasil x Cuba)

Thursday, September 21, 2006

Campeonato Panamericano 1985(rj)
final por equipe Kumite(luta) Brasil x Argentina
Robson x Ruan





Friday, September 15, 2006

uma foto realmente inesquecível, todos os mestres reunidos de diferentes estilos, isso deveria ser para sempre. Da esquerda para direita: Masahiro Shinzato Sensei, Robson Sensei, Edgar Sensei, autoridade, Yonamine Sensei, Shinzato Sensei, Sagara Sensei e Ito Sensei. Acima de tudo obrigado pelo reconhecimento e pela grande amizade que me foi confiada.

Thursday, September 14, 2006


Campeonato Panamericano de karate 1985.
Robson Maciel primeiro colocado (jiu-Kumite) absoluto;
Robson Maciel primeiro colocado(jiu-Kumite) equipe;
Tendo como técnicos Sassaki Sensei e Ronaldo Carlos sensei;
Tenho orgulho do karate SHOTOKAN
Equipe: Johanes, Osvaldo Mendonça, Tadeu, Robson, Caribe(kumite Equipe);
sem sombra de dúvida, Brasil Campeão Panamericano.

Uma foto relmente histórica, antes da publicação da resvista Combat Esporte;
da direita: professores Denilson Caribe,Laerte Ferraz,Edgar Ferraz. Atletas:Ricardo D'lhia,Enio Vezzuli,Ronaldo Carlos,Ugo Arrigoni. autoridade. Robson Maciel, Fabiam Procopio, Antonio FernadoPinto e Johanes Freiberg.
Tenho orgulho dessa equipe!!!
Robson maciel ministrando um curso para graduados. Demontrando o golpe ura-mawashi
Curitiba- parana(Campeonato Brasileiro de karate) .
técnico da seleção paranaense de karate. 1986
Aos meus queridos mestres, saudoso Sagara Sensei e Lirton Monassa Sensei com o qual convivi desde adolecente no caminho do KARATE-DO:
"Além do portão, além das arvores, existe um mundo sim, um mundo lindo e marivilhoso, um mundo melhor do que este, em que não vivemos, um mundo onde não existem maldades, doenças, inveja, homens matando homens, não há poluição. É belo e puro como o sorriso de uma criança. Pena que nem todos os habitantes daqui, deste mundo não poderão habitar esse outro mundo. Porque para lá só poderam ir as pessoas que nao possuam maldade e amam seu próximo"
"OS CAMINHOS DA ETERNIDADE"
com Sagara Sensei e Lirton monassa Sensei aprendi a amar karate-do, grandes mestres e o melhor dos grandes amigos.
ossss!!
PRIMEIRO MASTER CAMP DE KARATE 1995

Monday, September 11, 2006

Todos lutadores em algum momento já fizeram essa pergunta, "qual o melhor estilo? Qual é a importancia da nossa capacidade para enfrentar um combate real? Nós, karatecas, temos uma bela filosofia de vida, mas precisamos enfrentar a realidade, não é só de filosofia que sobrevive uma arte, também da eficiencia. O bom lutador é também bom aluno, é paciente, e aguenta quase tudo. Acredita em tudo que faz e em tudo que seu mestre mandar, e tem paciencia de esperar. A filosofia do karate não impede seus conhecimentos, mantendo o principio e a dignidade voce tem que evoluir, se não essa filosofia esta errada. Meu sensei dizia "evolua o máximo como ser humano, mas também evolua tecnicamente, acompanhe os tempos, se não voce ficará desatualizado. Acreditando nessas palavras treinei karate-do por muito anos e através dessa filosofia entendi que a luta evoluiu muito, por isso consegui tornar cada parte de uma luta em um só corpo, karate/jiu-jitsu/wrestlig, tenho certeza que a maioria das pessoas, acham muito melhor seguir o caminho que alguém já trilhou antes e provou ser seguro, do que tornar-se pioneiro, correr riscos, mas sempre tentando abrir o caminho para outras pessoas.
Sensei Robson Maciel
Mix Martial Arts - Karate/wrestling/jiu-jitsu
Formado em Educação Fisica
The Japan Karate Association
Kokushikan University JP
Macaco Gold team Jiu-Jitsu

Thursday, September 07, 2006


"O guerreiro sabe que nenhum homem é uma ilha. Não pode lutar sozinho; seja qual for o seu plano, depende de outras pessoas. Precisa discutir sua estratégia, pedir ajuda, e nos momentos de descanço, ter alguém para contar histórias de combate ao redor da fogueira. Mas ele não deixa que as pessoas confundam sua camaradagem com insegurança. Ele é transparente em suas ações, e secreto nos seus planos. Um guerreiro dança com seus companheiros, mas não transfere para ninguém a responsabilidade de seus passos."

Wednesday, September 06, 2006

Universidade Kokushikan chamada equipe Karate Dobu, eram escolhidos a dedos pelo
mestre Izume Sensei.
Kokushikan meu espírito ainda esta lá!!!
osssssss




"O bom guerreiro nunca recua, mas sabe a hora certa de esquivar;
O bom guerreiro valoriza seus adversários;
O bom guerreiro sempre dedica sua luta ao seu mestre para mostrar a sua evolução;
O bom guerreiro é humilde e esforçado;
O bom guerreiro usa sua derrota para conquistar mais vitórias;
O bom guerreiro conhece seu caminho e não vacila diante do perigo;
No final o bom guerreiro é aquele que é campeão da vida."
Campenato Paulista 1979.
Golpes simultâneos é comum, mais as vezes é difícil até para o juiz!!!
Campeonato Paulista 1978. Sasaki Sensei tecnico.
A recompensa dos treinos , a certeza do dever cumprido, a recompença para nosso mestre por tanta dedicação, o sabor da vitória completa.
Lemku-kan a campeonissima!!!
Campeão kata equipe - Robson, Rui e Johanes
Campeão kumite equipe - Mauricio, Robson, Rui, Johanes, Water, Rafael, Sergio e Marcelo.
Campeão kumite individual -Johanes
Campeão kata individual -Robson
Campeonato Paulista 1979.
Tente imaginar, vc recebe um golpe as vezes e fica zonzo, mas não pode parar...o que fazer se não continuar lutando...são tantas horas de treino e tudo pode acabar em segundos... mas o bom guerreiro releva a situação.

Saturday, September 02, 2006

" Um jovem atravessou o Japão em busca da escola de um famoso praticante de artes marciais. Chegando ao dojo, foi recebido em audiencia pelo sensei.
O que voce quer de mim? Pergunto-lhe o mestre.
Quero ser seu aluno e tornar-me o melhor Karateca do mundo.
Quanto tempo eu preciso praticar?
dez anos!!!
dez anos é muito tempo
E se eu treinar o dobro dos alunos?
vinte anos
E se eu praticar dia e noite, dedicando todo meu esforço?
trinta anos
Digo que vou dedicar o dobro, e o senhor me responde que a duração será maior???
A resposta é simples, quando um olho esta fixo aonde se quer chegar, só resta um para se encontrar o caminho."

Equipe Russa e seu técnico, meu aluno André Legendre também estava nesta competição.
"E fica na sua memória, para o resto da vida, as coisas boas que surgiram nas dificuldades, elas serão uma prova de sua capacidade, e lhe darão confiança diante de qualquer obstáculo."

Copa Mundial Shotokan professor Assai Suiça(Luzern)1995.
Essa copa foi interessante porque treinamos juntos durante vários dias até o final da competição(GASHUKU). Nessa copa Richard Monassa foi o campeão e Robson Maciel foi 3º colocado.
Destaque para o Robson que já tinha 40anos!!!
Robson x Vladimir kChenko, o russo está no chão, foi um golpe perfeito, Ipon!!!

Friday, September 01, 2006

Você imagina ser capa de revista de Artes Marciais!!!!!
Revista Combat Sport

Thursday, August 31, 2006

Homenagem a todos os meus companheiros. O sonho de todo lutador é ser capa de revista!!! Interessante que cada um tinha seu golpe predileto e era tão perfeito que fizemos uma resvista mostrando a aplicação em tempo real.

Wednesday, August 23, 2006


A equipe Brasileira executando o kata KANKUSHO.
na frente Ugo, a esquerda Robson e a direita Dijalma.
A maneira suave de mostrar a energia do karate-do(O caminho das mãos vazias)
KARA(universo) TE(mãos) DO ( caminho)


Uma honra ter feito parte dessa equipe!!!
Da esquerda em pé Alves, Lirton Monassa, Ysutaka Tanaka, Ugo Arrigoni, Denilson Caribe;
agachados Ronaldo Carlos, Robson Maciel, Watanabe Tatesk e Dijalma Caribe.
Equipe vice campeã de kata Ugo, Dijalma e Robson.
Equipe vice campeã de kumite Ugo, Ronaldo, Watanabe, Robson, Djalma e Alves
Argentina 1981(Buenos Aires)

Um dos maiores nomes do Karate no Brasil e no mundo, Watanabe Tatesk e o saudoso Denilson Caribe. WATANABE TATESK foi o primeiro Campeão Mundial indívidual do Brasil/1974 não tinha idéia que um dia estaria junto com ele na seleçao Brasileira tenho orgulho do karate tradicional.
oossss!!!!


voce nao imagina como é difícil lutar contra quem voce admira, mas você nao percebe que outros futuros adversários também estão te admirando Ricardo D'ellia, Fenando Pinto os campeoníssimos "TORNEIO DOS GRANDES DO KARATE" organizado pelo saudoso Sensei Lirton Monassa.
1º lugar Ricardo D'ellia; 2º lugar Antonio Fernando; 3ºlugar Robson Maciel
Inesquecível!!!!

Wednesday, August 16, 2006


academia BUTOKU-KAN vice campeã em kumite(luta) e campeã de KATA.
Em pé da esquerda CARLOS YASUHARA, OSVALDO OLIVEIRA,VIRGILIO, CARLÃO, ROBSON MACIEL, RUI TADAHARU. Ajoelhados RICARDO MARAO, ADEMIR BEZERRA, PAULO STORTI E WLADEMIR ROMIC.
Tambem fazem parte da minha história, como também da história do karate!!!
Parabéns a todos!!!!
Professor TAKETO OKUDA NOSSO MESTRE!!!

Com a colocação do Brasil em 4ºlugar no Egito, a Alemanha veio com toda sua delegação pra lutar contra a equipe Brasileira, foram três dias de confronto São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais ROBSON MACIEL X TONI OSTERKAMP


Seleçao Brasleira 1983

da esquerda Ronaldo Carlos, Ugo Arrigoni, Laerte Ferraz, Robson Maciel e Johanes Freiberg.
4ª colocada no Campenato Mundial de Karate, Cairo/Egito.
Título inédito para o Brasil
Imagina por uma fração de segundos seu golpe chega primeiro, Robson um segundo antes do seu adversário. Campeonato Paulista 1979
Yocomichi e Robson unidos pelo mesmo objetivo de ser campeão da copa mundial Shotokan de karate. Mais tarde treinariam juntos na universidade Kokushicam com o mesmo objetivo de ser campeão universitário.

Sunday, August 13, 2006


uma equipe inesquecível tendo como Técnico o professor Sasaki. Robson Maciel tinha apenas 17 anos e conseguiu se sobressair como 3º colocado entre várias estrelas que já tinham sido convocados para seleção Brasileira nesta competição, no individual, estariam participando os professores Denilson Caribe, Aderne, Antonio Fernando, Vitor Ugo entre muitos outros. Realmente desafios!!!

Equipe da seleção Brasileira de Karate no 1º Campeonato Pan-Americano, Rio de Janeiro/1973. Da esquerda para direita, em pé: Machida (técnico); autoridade: Paulo Goes, Dalmar Caribe, Dorival Caribe, Aderne, Sassaki; sentados: Denilson Caribe; Luiz Watanabe(campeao Mundial em 1972), França, Ugo Arrigoni, Fernando Ataide muitas pessoas não sabem mas esses são os heróis do karate shotokan. Parabens!!!!!!!! Mais tarde, Robson Maciel iria fazer uma luta memorável com o professsor Paulo Goes onde conseguiria a 3ª colocação no campeonato Brasileiro de1973.